segunda-feira, 1 de novembro de 2010

Fahrenheit 451 (1966), François Truffaut

A obra de um americano adaptada por um europeu, o que lhe transmite uma lógica muito especial.


Sem comentários:

Publicar um comentário